Whatsapp

71 99977-2805

Telefone

71 3342-4302

 

5 dicas para equilibrar a vida pessoal e profissional de quem trabalha com saúde

Se você trabalha na área da saúde, provavelmente não tem muito tempo para a sua vida pessoal ou familiar. Isso ocorre, porque muitos médicos, dentistas, fisioterapeutas e demais profissionais acabam deixando de lado a vida íntima para se entregar 100% ao trabalho.

Essa falta de organização, planejamento, divisão, faz com que muitos passem por problemas pessoais e também de ordem familiar. É comum encontrar profissionais da saúde com depressão, ansiedade, transtorno do pânico, além de problemas conjugais, com os filhos e demais parentes mais próximos.

Para evitar que isso ocorra, é preciso que o profissional saiba dividir perfeitamente a vida dele entre a pessoal e a profissional. É necessário e é possível ter tempo para tudo, basta se organizar e não deixar que o trabalho tome conta da sua vida.

Abaixo você vai ter uma lista com 5 dicas muito boas para conseguir conciliar as atividades profissionais com as pessoais. Confira!

1. Seja organizado

Ser organizado não é apenas ter uma mesa arrumada e um consultório limpo, vai muito além disso. É preciso que você planeje a sua vida com um dia de antecedência. Crie uma agenda mesmo, com todos os horários e não se atrase para nada.

Essa agenda precisa ser feita sempre no dia anterior, já deixe esse horário reservado. Coloque suas 8 horas regulares de sono e, a partir daí, faça as outras divisões. O ideal é dividir a vida em 3: 8 horas pra dormir, 8 horas para trabalhar e 8 horas para você mesmo e a sua família.

2. Aprenda a dizer não

Depois de deixar a sua agenda bem organizada, não dê nenhum jeitinho nela ou mude o que já está programado. Aprenda, de uma vez por todas, a dizer não. Se alguém precisar de um favor, ou algum paciente necessite entrar em um horário fora do agendado, rejeite. A não ser que seja um caso de urgência ou coisa do tipo.

É preciso que você respeite os seus horários, as suas responsabilidades e a sua qualidade de vida. Tudo isso passa pelo simples fato de aprender a dizer não.

3. Delegue responsabilidades e funções

Você não tem que ser responsável por tudo que ocorre no seu consultório ou no hospital que trabalha. Existe um monte de outros profissionais que podem fazer vários serviços que você faz normalmente.

Algumas decisões também não precisam de você para serem tomadas. Tenha ao seu lado funcionários de confiança e que sejam proativos. Assim, a sua vida vai melhorar e muito. Vai sobrar bastante tempo livre para você ler um livro, fazer um exercício físico, jantar com a sua esposa ou marido e brincar com os filhos.

4. Não leve trabalho para a casa

Essa talvez é a atitude que mais gera problema dentro de casa, na relação com os filhos e com os cônjuges. Por isso, não leve, de forma alguma, trabalho para casa. Qualquer problema, agitação, dever que não conseguiu terminar a tempo, reclamação, enfim, deixe tudo bem longe da sua casa.

O ideal é que o profissional chegue em casa, pergunte como foi o dia dos demais familiares, comente um pouco sobre o seu e parta para as atividades junto com a família. Problemas profissionais ficam dentro do consultório ou na hora de fazer a sua terapia com um psicólogo.

5. Tenha prioridades na sua vida

E essas prioridades precisam ser em todos os tipos de vida: pessoal, emocional, íntima e profissional. Escreva em um papel o que é mais importante e o que é menos importante de ser feito em cada uma dessas situações. Depois disso, divida essas prioridades entre os seus dias e semanas.

A única regra para isso é que divida igualmente o tempo entre as realizações profissionais e as pessoais. Além de ter um tempo para a família, é preciso que você tenha também para você, para se exercitar, ler, meditar, tomar uma cerveja, conversar com os amigos, entre outras necessidades.

A vida não é sinônimo de trabalho, muito pelo contrário, o trabalho é apenas uma forma de você ganhar dinheiro para poder viver as outras coisas da vida que são tão ou mais importantes que o seu ofício. Nunca deixe você, seus amigos e sua família de lado por conta de uma profissão.

O profissional de saúde trabalha diretamente com a vida de outra pessoa. Isso gera estresse, ansiedade, vontade de trabalhar e até mesmo de mudar o mundo. Mas você não é uma máquina ou um herói, é apenas um ser humano que escolheu servir ao outro como profissão. Não deixe que o seu trabalho ocupe 100% da sua vida!

Se conhece algum colega que passe por esse problema de não saber equilibrar a vida pessoal com a profissional, mande o link deste texto para ele. Com certeza, a sua ajuda vai ser muito bem-vinda.

Compartilhe
Comments are closed.
INFORMAÇÕES DE CONTATO

Entre em contato conosco, envie suas dúvidas ou sugestões. Estamos prontos a atendê-lo.
  • Av. Tancredo Neves, 2539 Caminho das Árvores - Ed. CEO Shopping, Sala 2804 Torre Londres
  • CEP: 41820-020 Salvador - Bahia
  • 71 3342-4302 | 71 99977-2805
  • contato@santeposgraduacao.com.br
Receba conteúdo sobre saúde e gestão